Como melhorar suas apresentações corporativas e aumentar as vendas.

Apresentações Corporativas

Você acredita que uma vez envolvidos com o desafio de realizar apresentações corporativas os gestores e vendedores são testados em quase todas as capacidades necessárias?

Fazer uma apresentação corporativa é algo que requer uma enorme quantidade de habilidades e características individuais e profissionais. É possível afirmar, portanto, que para se fazer uma boa apresentação o profissional precisa ser qualificado em diversas áreas.

Entenda quais são os fatores importantes para que suas apresentações se tornem melhores e aumentem  seus resultados.

1 – Planejamento das apresentações corporativas

Apresentações corporativas devem ser precisas. Assim como em um planejamento estratégico, há um objetivo a ser atingido, que pode ser a venda de um projeto, a comprovação de uma tese, a adesão a uma causa e etc.

O processo é o mesmo. Devem ser consideradas as capacidades do apresentador, as características da plateia, experiências bem sucedidas de outros profissionais, benchmarking, tempo da apresentação e outros fatores ligados ao planejamento.

Sobretudo, é essencial que o planejamento inclua a transmissão do conteúdo de forma clara e atraente. Apresentação é, afinal, vender um ideia.

2 – Organização

Apresentações corporativas envolvem uma série de variáveis, como a distribuição da plateia, visibilidade dos slides, acomodações, tempo, som, etc.

A organização é o que garante que tudo aconteça sem contratempos, que as pessoas envolvidas saibam o que e quando fazer, que os materiais estejam à mão dos participantes.

3 – Capacidade de comunicação

Não existe um bom profissional que não é capaz de se comunicar.

A capacidade de comunicação é a capacidade de se fazer entender. De nada adianta ser expansivo, falar muito e não conseguir estabelecer o entendimento.

Uma pessoa mais tímida, mas dotada de grande capacidade de se comunicar, é capaz, também, de se fazer compreender com facilidade, por mais complexo que seja o assunto.

Isso inclui planejar bem a apresentação, numa sequência lógica, elaborar os slides de forma clara, evitando excesso de texto e combinações de cores extravagantes que contribuem apenas para dificultar o entendimento.

Dominar não só o tema como a programação da apresentação.

4 – Conhecimento

Se a pessoa possui conhecimento sobre o assunto, se é uma pessoa que busca aprendizado e auto-desenvolvimento o tempo todo, que lê, vai a seminários, palestras e workshops, sem dúvidas poderá enriquecer os diversos pontos da apresentação.

Adicionando, por exemplo, cruzamento de informações, ideias e até contradições que servirão para torná-la mais interessante.

5 – Visão sistêmica

Nada é uma ilha dentro do mundo corporativo. Uma apresentação estará fadada ao fracasso se o responsável tiver uma visão limitada do sistema em que está inserido aquele projeto.

Aliás, esse gestor acomodado também estará fadado ao ostracismo numa empresa atualizada. Uma empresa que vive o seu tempo sabe que a integração de departamentos, funções estratégicas e até empresas envolvidas na mesma cadeia de valor é uma tendência irreversível.

6 – Capacidade de ouvir

Nada pior do que ir a uma apresentação corporativa, fazer uma pergunta e o responsável responder algo completamente diferente. Isso acontece porque o apresentador não sabe ouvir.

Não se deve estar só atento às questões colocadas por terceiros como disponibilizar mecanismos e canais regulares para que essas questões sejam colocadas. Em apresentações corporativas, o ideal é que haja intervalos durante a apresentação para a formulação de questionamentos pelos presentes, o que torna as mesmas mais dinâmicas e agradáveis, fazendo com que a plateia participe.

7 – Coragem e autocontrole

Para enfrentar desafios é preciso ter coragem e autocontrole, que são características de um líder, que as pessoas costumam resumir como “frieza”.

Encarar uma plateia já é um ato de coragem, mas o autocontrole é fundamental para não deixar a peteca cair.

8 – Visão estratégica

A finalidade de qualquer projeto é criar uma vantagem para a empresa. Todos vão querer saber como esse projeto vai impactar o negócio. A ênfase de uma apresentação corporativa deve estar em mostrar quais são os impactos positivos do projeto no negócio.

9 – Carisma e Confiança

O apresentador pode ser muito bom em tudo, mas a falta de carisma, que é um atributo valioso da liderança, pode colocar tudo a perder.
O carisma tem muito a ver com linguagem corporal, entonação de voz, confiança e bom humor.

A confiança não é, necessariamente, um atributo de personalidade, mas principalmente do quanto você está preparado, do quanto domina o assunto e do quanto confia naquilo que está apresentando.

 

O guia definitivo sobre vendas