Os 6 desafios de ter uma equipe remota

comunicação, gestão de pessoas
equipe remota

Liderar pessoas não é uma tarefa fácil. Mas quando elas trabalham remotamente, essa dificuldade aumenta significativamente. Um dos principais desafios é manter todos os membros da equipe remota sempre atualizados das novidades nos processos e fluxos de trabalho. Além disso, também é importante obter informações que mensurem a eficácia das suas orientações. Caso contrário, o nível de produtividade nunca será alto.

Mas como fazer com que uma equipe remota atinja todas as metas e gere sempre melhores resultados para a empresa? É possível fazer isso de uma maneira mais rápida e eficiente? Essas dúvidas são recorrentes na cabeça de gestores e podem ser solucionadas com a ferramenta adequada de acordo com as suas necessidades.

O primeiro passo é identificar quais são os seus principais desafios ao liderar uma equipe remota. Para te ajudar nessa tarefa, reunimos os problemas mais comuns e algumas dicas para solucioná-los. Confira!

1. Problemas para se comunicar com clareza

Um dos segredos de uma liderança eficiente — e para ser um bom gestor mesmo a distância — é a capacidade de se comunicar com clareza com todos os níveis hierárquicos. Entretanto, em uma equipe remota, fica ainda mais difícil identificar como cada pessoa entende as informações que são passadas.

E-mails são ferramentas muito impessoais e acabam não ajudando na comunicação. Por isso, tente identificar como cada membro funciona para que as mensagens sejam passadas e compreendidas. Existem ferramentas que possuem push messages customizadas, e elas são ideais para esses casos.

2. Falta de supervisão das tarefas

Um gerente precisa ser capaz de capacitar a equipe e supervisionar as tarefas para que elas se transformem em resultados. Nesses casos, o desafio pode ser superado por meio de uma plataforma de conhecimento mobile. Dessa maneira, é possível mensurar a performance de um jeito diferente e eficiente. Por exemplo: avalie os resultados por meio de quizes e pesquisas sobre o conteúdo entregue na plataforma, evidenciando a influência da capacitação nos resultados da organização. A supervisão precisa ser sempre aliada ao conhecimento.

conheça o guia definitivo para treinamentos

3. Dificuldade para integrar uma equipe remota

É preciso mudar suas atitudes se você tem problemas diários relacionados à comunicação interna e à produtividade da sua equipe remota. Todos os integrantes precisam saber das suas respectivas responsabilidades e o nível de qualidade esperado para o produto ou serviço gerado. Para integrar uma equipe remota, os critérios de aceite precisam ser ainda mais claros. Quanto mais detalhadas forem as tarefas, melhor!

4. Não saber como motivar os membros

Se engajar uma equipe pessoalmente já é difícil, imagina quando as pessoas trabalham remotamente? Frustração, baixo rendimento e desistência de tarefas são péssimos sinais para qualquer gestor. Por isso, é importante estar atento para evitar que tudo vire uma bola de neve. Oferecer oportunidades de crescimento, fazer uma gestão colaborativa e empoderar os funcionários são algumas maneiras para conquistar o engajamento da equipe.

5. Pressão para administrar os conflitos de longe

Conflitos podem atrasar prazos e gerar um mal-estar entre todos os integrantes de uma equipe remota. Esse desafio precisa ser superado rapidamente, sempre levando em consideração as opiniões de todos os membros da equipe. Mais do que nunca, o líder precisa dar feedback, fazer coaching e comunicar-se com a equipe sempre que possível para administrar conflitos de longe.

6. Falta de adequação aos fusos-horários

As diferenças dos fusos-horários podem ser os piores inimigos de quem precisa lidar com uma equipe remota. Quando não há um alinhamento, esse problema gera muitos custos e desgastes entre os integrantes. Por isso, o gestor precisa ter uma sensibilidade na hora de planejar o cronograma adequado aos períodos de trabalho de todos os membros.

O fluxo de trabalho também precisa ser avaliado, pois é preciso determinar o tempo ideal antes de fazer cobranças. Já no caso de conferências, por exemplo, estas devem ser agendadas para turnos de trabalho em comum, sem gerar estresse.

Entendeu quais são os principais desafios de liderar uma equipe remota? Gostou deste artigo? Então assine a nossa newsletter para receber mais conteúdos com dicas para aumentar a produtividade e capacitar seus funcionários!