Onboarding: entenda o que é e aprenda a integrar novos funcionários

Reunião

Novos funcionários não significam apenas processos seletivos. Para evitar a saída precoce e o temido turnover, deve-se investir muito em um onboarding bem-feito.

O processo de onboarding é, basicamente, o conjunto de treinamentos, integração, orientação e supervisão de novos funcionários. São as primeiras impressões e primeiros passos a serem dados dentro da sua empresa.

Deseja saber como garantir que esse processo aconteça de forma eficaz? Então continue a leitura deste post!

1. Listas de onboarding e objetivos de curto prazo

Entrar em uma nova empresa significa aprender toda uma linguagem de siglas e jargões, entender novas ferramentas de trabalho on-line, organogramas e até cadastros em e-mails e plataformas.

O primeiro passo para o onboarding é, portanto, manter uma lista de tudo o que precisa ser feito pelo novo funcionário. Em relação a tarefas mais longas, estabelecer objetivos é interessante. Por exemplo: ler até 5 artigos sobre vendas até o fim da primeira semana, para se tornar proficiente em spin sales. Isso pode encorajar o novo colaborador a se desfiar e até ensinar uma nova habilidade a funcionários mais antigos.

Existem uma série de plataformas on-line para lhe ajudar com listas de tarefas para novos funcionários, as quais proporcionam interatividade com outros setores, demais funcionários da empresa e deadlines, a fim de garantir que a lista seja preenchida a tempo.

2. Cultura de boas-vindas

Uma nova contratação significa uma nova dinâmica de time. Preparar funcionários antigos para receber o novo contratado é tão fundamental quanto preparar seu líder direto. Pequenas ações, como e-mail de apresentação para toda a empresa até happy hours de recepção ao novo colaborador, fazem toda a diferença para “quebrar o gelo”.

Você pode responsabilizar pessoas dentro da sua equipe para se encarregarem dessa parte mais pessoal do processo de onboarding, como forma, também, de envolvê-los no acolhimento do novo contratado.

Que tal oferecer um bônus para o funcionário que quiser acolher o novo colaborador como seu mentor? Incentive com reconhecimentos e premiações em conjunto!

3. Treinamento geral e personalizado

Toda empresa e cada área necessitam de conhecimentos básicos para se operar. Ensiná-los, porém, não é garantia de uma curva rápida de aprendizado nem de retorno de investimento do processo seletivo.

Para garantir real eficácia de treinamento, mantenha um acompanhamento individual sobre as necessidades de cada contratado. De acordo com suas experiências prévias, o novo funcionário pode ter facilidade ou dificuldade em algumas tarefas, então, ajuste seus treinamentos. Ofereça capacitação extra em certas áreas para cobrir dificuldades e o encoraje a ser o mais aberto possível sobre suas necessidades de aprendizado.

4. Apresentação aos altos executivos

Não importa o tamanho do seu negócio: sempre apresente o novo funcionário aos diretores. Empresas como Google e Netflix já acrescentaram essa prática aos seus onboardings, garantindo uma dose extra de motivação.

Essas empresas não só fazem a apresentação como também encorajam o novo contratado a se envolver em grandes projetos já nos primeiros meses, como forma de ganhar confiança e de provar suas capacidades para a nova empresa.

5. Metas, metas e mais metas

O último passo é um dos mais relevantes: metas! Sempre deixe claro quais são os KPIs (Key Performance Indicators) que serão cobrados do novo contratado e quanto deve ser alcançado em cada período de tempo. Desde a primeira semana, é importante para o colaborador ter contato direto com o tipo de trabalho que realizará e aumentar sua carga de trabalho à medida que consiga performar.

É como operar um jogo de videogame: se você tem muita dificuldade na primeira fase, provavelmente vai abandonar o jogo. Mas se você aumenta a dificuldade progressivamente, é capaz de jogar por muito mais tempo, sendo, assim, constantemente desafiado e motivado.

Este post lhe foi útil? Quer mais dicas e maiores informações sobre onboarding? Baixe agora o nosso e-book!